Percursos Pedonais

A intervenção tem como objetivo resolver problemas de diferença de cota entre as zonas ribeirinhas e as zonas altas do Porto, em três pontos distintos: Miragaia, Palácio de Cristal e Virtudes.


No final, pretende-se potenciar a mobilidade pedonal, dotando esses percursos de níveis de conforto e segurança, e facilitando o esforço da caminhada, permitindo melhorar a qualidade de vida de quem diariamente os percorre, ou abrindo a perspetiva de novos percursos, regenerando e revitalizando.


Balizada pelo incremento da mobilidade dos cidadãos e da centralidade urbana, o projeto participa na requalificação do espaço público e na estratégia futura para a zona histórica, reconhecendo e valorizando a identidade dos lugares.


A estimativa geral da obra não deverá ultrapassar o limite de 2 milhões de euros, sendo que a ação está inscrita em fundos comunitários através do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), podendo vir a ser financiada.

2018
28-09-2018
Concurso para a construção de ligações mecanizadas em Miragaia está lançado
A Câmara do Porto lançou o procedimento concursal para a construção dos percursos pedonais/ligações mecanizadas de Miragaia. Com um prazo de execução de 180 dias, esta empreitada diz respeito ao estabelecimento de ligações entre a cota alta e a cota baixa na zona de Miragaia. O valor-base da obra é de, aproximadamente, 549 mil euros e o projeto tem candidatura aprovada para fundos comunitários do programa Norte 2020.
2017
10-07-2017
Anunciado o vencedor do concurso para a conceção dos percursos pedonais mecanizados
O júri do concurso para a conceção dos Percursos Pedonais - Ligações Mecanizadas entre a cota alta e a cota baixa (Miragaia - Palácio de Cristal - Virtudes) anunciou a proposta de depA Architects + Pablo Pita Arquitectos como a vencedora do concurso. Durante a cerimónia pública, que teve lugar na sede da empresa municipal de Gestão e Obras do Porto (GO Porto), ficou a saber-se que dos cinco concorrentes iniciais, foram excluídas pelo júri duas propostas. Tal como definia o regulamento do concurso, as três primeiras propostas terão direito a um prémio de 7500 euros, 6000 euros e 4500 euros, respetivamente.
02-06-2017
Há cinco concorrentes às ligações mecanizadas
Há cinco concorrentes ao concurso lançado pela Câmara do Porto para a conceção de ligações mecanizadas entre cota alta e baixa em três pontos da cidade. Estes novos meios de locomoção juntam-se ao Funicular dos Guindais e aos elevadores da Ponte da Arrábida, que poderão vir a ser reativados. O concurso está concluído e o júri do concurso irá escolher a melhor opção para as ligações, a que se junta um projeto autónomo para a Rua da Madeira, a desenvolver pela autarquia. Estas ligações vão permitir também facilitar a interligação entre o Centro de Congressos da Alfândega e o Pavilhão Rosa Mota.
27-03-2017
Aberto concurso para percursos pedonais mecanizados
A Câmara do Porto lançou o concurso de conceção para a elaboração do projeto dos Percursos Pedonais - Ligações Mecanizadas. O objetivo é encontrar soluções para os problemas de diferença de cota entre as zonas ribeirinhas e as zonas altas em três pontos da cidade: Miragaia, Palácio de Cristal e Virtudes. O programa pretende o incremento da mobilidade interna dos locais, a aproximação de centralidades urbanas, e a valorização dos lugares reconhecendo a sua identidade e definindo a estratégia futura em zona histórica, garantindo a identidade e requalificação do espaço público. A estimativa geral da obra não deverá ultrapassar o limite de 2 milhões de euros, podendo vir a ser financiada.
14-03-2017
Apresentado concurso para Percursos Pedonais - Ligações Mecanizadas
Foi apresentado em reunião de executivo o programa do concurso de concepção para o projeto de percursos pedonais e ligações mecanizadas. O concurso, a lançar, parte de um estudo realizado em 2015 que identificou três pontos possíveis de ligação de cotas: Miragaia, Palácio de Cristal e Virtudes. A estas ligações, junta-se uma outra na Rua da Madeira, projeto já em elaboração pela Câmara Municipal do Porto e que avançará de forma independente. O concurso será lançado pela empresa municipal GO Porto - Gestão e Obras do Porto.